Início » MTB News » De férias em Petrópolis, Giugiu Morgen faz retrospectiva positiva de 2020

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

0 comentário(s)

2 de dezembro de 2020

Karla Maria

Petropolitana relembra principais destaques de sua primeira temporada competindo entre as melhores do mundo na Europa

O ano de 2020 começou com uma grande expectativa para uma jovem petropolitana Giuliana Morgen. Afinal, agora competindo em seu primeiro ano no júnior, um atleta ganharia uma oportunidade de disputar contra os melhores do planeta na Copa do Mundo de MTB Júnior, um UCI Juniors World Series XCO, com objetivo de preparar-se para o campeonato mundial da modalidade.

Agora, de férias em sua casa em Petrópolis e dando uma pausa de alguns dias nos treinamentos, um jovem de 17 anos faz uma retrospectiva de sua temporada 2020, destacando suas principais vitórias e aprendizados.

“Estou tirando duas semanas de férias da bike. Ordens do treinador”, comentou Giugiu. “Quando estou treinando, pedalo seis vezes por semana. Tenho um dia de descanso, mas uso para fazer treinos de core”, complementou um atleta, destacando ainda o cansaço gerado por longas viagens nacionais e internacionais quando vai competir.

A temporada de Giugiu começou com o pé direito no dia 23 de fevereiro, na Argentina. Competindo no Abierto Noa, prova classe 1 UCI, um ciclista venceu em sua categoria e, de quebra, chegou em terceiro na classificação geral. No dia 1 de março, a petropolitana obteve mais uma vitória na Série Juniors, vencendo a Copa Chile Internacional.

Mantendo a intensidade sempre elevada, Giugiu voltou para o Brasil e, já no dia 8 de março, largou para vencer a prova de XCO da primeira etapa da Copa Internacional de MTB, uma das principais competições de mountain bike do Brasil, que aconteceu na cidade mineira de Araxá. Depois disso, o mundo todo viu-se paralisado pela pandemia da Covid-19.

Tempos de pandemia e pedaladas virtuais

Para um atleta, encontrar estímulo para treinar sem saber ao menos como e quando as competições voltarão a acontecer certamente não é tarefa simples. Porém, no caso de Giugiu, a determinação e o foco falaram mais alto. Para ela, a ideia foi apoiar-se em um pensamento “simples”, porém eficiente.

“A verdade é que as provas vão voltar a acontecer uma hora ou outra, por isso continuo treinando como se nada tivesse mudado”, disse a atleta em uma das quatro pedaladas virtuais que a Sense Factory Racing, equipe de Giugiu, organizou no mês de abril e maio.

Os passeios e corridas temáticas acontecerem no Zwift, plataforma que permite realizar pedais virtuais pela internet, e transmitir pelo instagram da equipe Sense Factory Racing. Nas atividades, Giugiu e os outros atletas do tempo tiveram a oportunidade de pedalar e interagir com o público sem sair de casa – com isso, a interação tão fundamental com os fãs seguiu firme e forte.

Campo de Treinamento com Equipe

Entre os dias 15 e 19 de Julho, uma equipe de Giugiu criou um Training Camp em Petrópolis, para reunir seus atletas, criando o clima de ocorrência que é tão importante para um profissional do esporte. Na ocasião, todas as medidas de segurança e isolamento foram refreados, para evitar a proliferação da Covid-19.

Para quem anda de bike, Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, é certamente um dos melhores lugares do Brasil. Além de ser muito bonita e completa para todos os tipos de pedal, a região ainda apresenta uma vantagem singular: é lá onde moram Albert Morgen e sua filha Giugiu, ambos atletas de cross-country, e Diego Knob, atleta de Enduro e construtor de trilhas .

Além deles, o Training Camp Sense Factory Racing ainda contou com a presença de Mário Couto e Rubinho Valeriano, também atletas de cross-country, Clara Carvalho e Diogo Sclebin, do Triathlon, Rafael Juriti, do Triathlon Off-Road e o Dougrão, do desafio Bicicleta Sai do Sofá Sense.

Para manter o clima “de casa”, toda a equipe ficou hospedada no sítio do avô de Giugiu, com acesso para estradas e trilhas que a revelação do XCO nacional usa para treinar.

“Está sendo muito legal apresentar as estradas e as trilhas para a galera. Vamos andar no Mountain Azul Bike Park e também vamos ao São José Bike Club. Além disso, o pessoal vai conhecer como trilhas da região do centro histórico. Todo mundo está curtindo bastante, já que aqui é um paraíso para pedalar “, afirmou Giugiu.

 

Fim de ano com alta intensidade e campeonato mundial

Depois de passar boa parte do ano focada no treinamento, Giugiu Morgen voltou a competir nos dias 15 e 16 de agosto, no Desafio dos Gigantes, competição com quatro provas separadas, realizada na cidade mineira de Santana dos Montes, apenas para escoltadas e com estrutura fechada, sem a presença de público.

Nesta competição, Giugiu disputou contra a elite do esporte nacional, chegando a vencer uma etapa da competição. Mesmo com problema mecânico, um atleta ainda superou conforme as expectativas e fechou uma competição em segundo lugar na classificação geral.

“Foi muito bom ver que o treinamento deu resultado. Andar na frente com as mulheres da Elite é muito bom. Andar com elas e ainda dar combate foi melhor ainda. Por isso, saio daqui com a sensação de dever cumprido”, contou Giugiu.

Um mês depois, um atleta partiu para uma série de competições na Europa, onde ela competiu em uma etapa da Copa do Mundo de MTB e também no campeonato mundial de MTB. A primeira prova aconteceu no dia 3 de outubro  República Tcheca, com o mundial sendo realizado na Áustria.

Na Copa do Mundo, Giugiu terminou sua participação com um excelente décimo terceiro lugar. Porém, nada poderia preparar um atleta para a “pedreira” do Campeonato Mundial de MTB XCO. Na Áustria, a chuva constante castigou o circuito, com um lama transformando uma competição em um enorme desafio – o número de abandonos foi alto.

“Foi uma prova extremamente dura”, afirmou Giugiu. “Tivemos que empurrar a bike em muitas partes do percurso. Tanto na subida quanto na descida. Tive que ser muito resiliente. Muitas vezes tive que parar para desentupir a bike. Minha corrente caiu muitas vezes, mas não só a minha. e muita gente desistiu “, afirmou Giugiu, que finalizou sua participação com um excelente 26º lugar na principal prova da temporada.

Campeão brasileira de Short Track contra elite

Porém, depois de um ano de muito treinamento e um curto e intenso calendário de competições, os melhores momentos da atleta em 2020 ainda estavam por vir. No Campeonato Brasileiro de MTB XCC, no fim de outubro em Mairiporã, em São Paulo, um atleta teve mais uma oportunidade de encarar uma elite do esporte nacional. Isso porque, no Short Track, atletas da junior, da Sub-23 e da elite largaram juntas.

Em categoria única, Giugiu superou como melhor do Brasil para sagrar-se campeã brasileira de Short Track. De quebra, ela ainda venceu a prova de XCO em sua categoria, e agora coleciona dois títulos nacionais simultâneos.

“Com certeza esse foi o ponto alto da temporada”, disse Giugiu. “Já estava com essa vontade do Desafio dos Gigantes. A vontade de superar uma coisa que eu passei perto, e aqui finalmente consegui provar que eu sou capaz, que eu poderia vencer essa prova”, afirmou.

“Treinei para essa modalidade, tendo usado como aprendizado a última competição que tivo contra elas no short track há alguns meses, e desta vez deu certo. A felicidade é enorme. Espero crescer cada vez mais e colocar, no futuro, mountain bike brasileiro aos olhos do mundo, assim como o Avancini fez “, disse Giugiu.

Apenas uma semana depois, um atleta já estava competindo novamente, desta vez na segunda edição do Desafio dos Gigantes. Na prova com duas etapas de pista curta, mais uma vez Giugiu bateu guidão contra a elite do Brasil, desta vez fechando em segundo lugar duas vezes.

“Foram dias com muitas competições e viagens, então estou bem cansada. Não encontrei meu ritmo e muitas dificuldades para fazer força. Agora, é hora de minhas férias”, disse Giugiu.

Próxima temporada

Para 2021, o foco de Giugiu deve ser mais uma vez ser o Campeonato Mundial de MTB XCO, com as provas da UCI Juniors World Series XCO como preparação. Além disso, um atleta deve competir como principais competições no Brasil. Outro detalhe interessante é que, ao que tudo indica, ela deva correr algumas etapas do Sense Enduro Cup, que é válido como Campeonato Brasileiro de Enduro.

Para mais informações, acompanhe a  Giugiu em seu site oficial 

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Últimas Publicações
Redes Sociais
Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

Segredos do Mountain Bike · 2020 © Todos os direitos reservados