Início » MTB News » TRILHAS EM NOVA LIMA (MG) GANHAM NOVOS ADEPTOS E CUIDADOS DURANTE A PANDEMIA

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

0 comentário(s)

15 de outubro de 2020

Gabriel

A prática de mountain bike nas montanhas de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, tem se mostrado uma das válvulas de escape perfeitas para enfrentar a pandemia. Contato com a natureza, aliado à busca por melhor qualidade de vida, sensação de liberdade e adrenalina são alguns dos motivos que atraem fãs do esporte. A região, reconhecida por suas belezas naturais e amplos espaços abertos preservados, também possui uma ampla malha de trilhas que podem levar o ciclista à diversas cidades do entorno como Brumadinho, Rio Acima, Itabirito e até Ouro Preto.

A mistura de profissionais e amadores pelos estreitos caminhos de terra vem chamando a atenção do Projeto Trilhas, idealizado em 2013 por Fred Lanna e Christian Wagner. O grupo, que participou ativamente do tombamento de 380 km de trilhas em Nova Lima em 2016, agora traz um novo olhar para a região revitalizando alguns dos traçados e alertando para as boas práticas do esporte, com ênfase na sustentabilidade das trilhas, aliado à segurança. Juntamente com o Peloton BH e com apoio de empresas da CSul Desenvolvimento Urbano, que possui um terreno no entorno da Lagoa dos Ingleses, e da loja Giga Bike, foi lançada nesta semana uma cartilha que convida os praticantes mais experientes a “adotarem um iniciante”.

O documento traz cinco importantes dicas de segurança para quem quer se aventurar sob duas rodas: Uso do capacete; Equipamentos de segurança fundamentais; Planejamento do pedal; Check up da bike; e Segurança em 1º lugar. “Queremos seguir incentivando a prática do esporte de forma consciente e segura. Tendo em vista o crescimento do esporte e da busca pela região durante a pandemia, percebemos que há muitos novatos ingressando na modalidade e por isso começamos uma campanha de conscientização sobre o mountain bike, a utilização dos equipamentos e a importância da segurança desde o momento em que o ciclista sai de casa. É fundamental entender que não se trata de um ambiente com riscos controlados, como em parques de diversões, a segurança é responsabilidade de cada um”, reforça Fred Lanna.

Trilhas revitalizadas

Entre junho e julho o Projeto Trilhas realizou um trabalho de revitalização, manutenção e sinalização de duas importantes trilhas próximas da Lagoa dos Ingleses, também em Nova Lima – Trilha Milkshake e Trilha Jack Daniel’s – com apoio de um novo empreendimento que irá se instalar na região. “A ideia foi melhorar o fluxo e qualidade das trilhas. Essa manutenção é fundamental para amenizar os desgastes causados pelo uso, que cria caminhos que podem acumular água, principalmente em áreas com menor capacidade de drenagem, gerando erosões no solo, o que pode acabar destruindo e causando problemas maiores nessas trilhas.”, ressalta Christian Wagner.

De acordo com os idealizadores do Projeto, a região metropolitana de Belo Horizonte abriga uma das maiores redes de conexão de trilhas do mundo. “Temos poucos exemplos no mundo de trilhas que conectam tantos municípios e distritos, e que são amplamente utilizadas, como vemos aqui. Essa rede é muito única e especial para nós e um motivo ainda maior para lutarmos por essa conservação. Somos a capital nacional do mountain bike”, finaliza Christian.

Ladeira acima

De acordo com dados de mercado, as bikes estão mesmo pedalando ladeira acima. Pesquisa divulgada pela Aliança Bikes (Associação Brasileira do Setor de Bicicletas), mostrou que em julho houve um aumento de 118% nas vendas de bicicletas no Brasil, em comparação com o mesmo período do ano passado. Para Marlen Ferreira, líder de mountain bike marketing da marca Sense, o crescimento está relacionado não só àqueles que tem buscado as bicicletas como alternativa para locomoção diária, mas também como opção de lazer aliada à qualidade de vida.

A marca está inaugurando uma loja conceito neste mês e o ponto escolhido foi o Shopping Navegantes, na Lagoa dos Ingleses. “Existe uma forte cultura de bike instalada nessa região e temos observado um aumento expressivo no número de clientes, principalmente de novos entrantes, buscando mountain bikes e outros modelos para usufruir das belezas naturais e trilhas por ali. Queremos estar ainda mais próximos e contribuir com esse movimento de ocupação das montanhas de Minas sob duas rodas” ressalta Ferreira.

Para o gestor de franquias da Sense, Wenio Nogueira, a pandemia acelerou a evolução do mercado e da marca, inclusive com o desenvolvimento de nichos dentro das modalidades mais conhecidas. “Além do ciclismo oferecer um universo democrático que acolhe bem os mais diferentes tipos de praticantes, temos também no Brasil uma condição especial favorável que é o clima, que permite a prática constante desse esporte, com destaque para o mountain bike, que hoje representa 75% das bikes vendidas pela Sense no país” explica Nogueira. “Belo Horizonte e Nova Lima são o maior polo de mountain bike, com a maior concentração de mountain bikers, do Brasil. Comercializamos 10 vezes mais bikes para Minas Gerais do que para São Paulo, por exemplo” completa.

 

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Últimas Publicações
Redes Sociais
Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

Segredos do Mountain Bike · 2020 © Todos os direitos reservados