Início » Todos » Treinamento de Força: Melhoria da resistência e quando fazer?

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

0 comentário(s)

1 de maio de 2018

Segredos do Mountain Bike

Treinamento de força: Melhoria da resistência e quando fazer ?

Treinamento de força para melhorar resistência é o melhor caminho no desempenho de MTB?

Geralmente, corredores e ciclistas realizam o Treinamento de Força (TF) com intensidade baixa (cargas leves) e muitas repetições, com a intenção de melhorar a sua resistência. Mas será esse o caminho mais adequado? O efeito do treinamento de força sobre o desempenho de atletas de endurance (resistência) já foi bem documentado (HICKSON et al.,1980, 1988; MARCINIK et al., 1991; IZQUIERDO et al.,2005; LEVIN et al., 2009; AAGAARD et al., 2007, 2010). Entretanto, qual o volume (semanas de duração) e em qual intensidade (% de 1 RM) devo realizar o TF? Em um estudo de revisão, Aagaard; Andersen (2010) demonstraram que o desempenho de endurance NÃO foi melhorado quando o treinamento de força foi aplicado em uma intensidade menor que 80% de 1 RM e o volume abaixo de 8 semanas de duração. O estudo sugere que uma alta intensidade (85 – 95% 1RM) e uma alta duração do treinamento (>8 semanas) são necessários para um benefício no desempenho de endurance. Além disso, o treinamento de força tipo máximo (> 85% 1RM) e ou explosivo parece ser mais vantajoso.

Devo fazer o treinamento de força durante toda temporada?

Em ciclistas de elite, quando o TF foi realizado durante 25 semanas com alta intensidade (> 80% 1 RM), houve uma melhora do pico de potência durante o Wingate (30 segundos pedalando o máximo que conseguir) e da potência média durante 40 minutos de um contrarrelógio (RØNNESTAD et al., 2014). Em ciclistas jovens, a melhora do desempenho também foi observada após 16 semanas de TF com intensidade > 80% 1 RM (AAGAARD et al., 2011). Já o TF realizado abaixo de 8 semanas (GREGORY et al., 2009) e com intensidade < 80% 1 RM (PSILANDER et al. 2014) não mostraram melhoras no desempenho de um contrarrelógio. É bom esclarecer que os estudos (Rønnestad et al., 2014; Aagaard et al., 2011) foram realizados com ciclistas de alto rendimento e o TF realizado durante o período preparatório e competitivo. Portanto, se você está apenas iniciando, tome o TF como uma estratégia de prevenir lesões e fortalecimento muscular e, além disso, pode até contribuir na melhora do seu desempenho. Resumindo: – Inclua o TF em sua rotina de treinamento; – Faça durante toda temporada; – Dê preferência ao treinamento de força máxima (4 a 6 repetições máximas (RM); – Ajuste as progressões do treino com um profissional qualificado; – E não precisa fazer 25 repetições no Leg-Press! UUFFAAA! Se você gostou, compartilhe com seu parceiro biker que vai curtir nossas dicas também.

Por: Rhaí André

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Publicações
Redes Sociais
Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

ads-300x600-hugoprado

Segredos do Mountain Bike · 2019 © Todos os direitos reservados