Início » Treinamentos » Qual é a cadência ideal para pedalar?

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

0 comentário(s)

17 de maio de 2020

SMTB

Você vai se surpreender com a resposta.

Durante muito tempo, eu fui influenciado a ser um grande spinner, que é o termo usado para o ciclista que gira em alta cadência. Eu tinha uma certa tendência em fazer isso e era estimulado por um mentor do ciclismo de estrada na época, aqui em Minas Gerais. Ele dizia: “vai girar, vai girar”, e tudo era girar.

O que acontece é que quando eu voltei a pedalar, depois de formado em medicina, fui estudar Medicina Esportiva, Ciência e Fisiologia. Eu fui louco para saber qual cadência era a ideal e se “esse negócio de girar” era realmente verdade. 

Eu me deparei com aquela vasta explosão do Lance Armstrong, que era um atleta que pedalava em altas cadências e isso influenciou muitos ciclistas a acreditarem que a alta cadência é superior à cadência baixa.

Os diversos trabalhos científicos que eu li não evidenciam o forte benefício a favor da cadência alta. O que se vê na maioria dos trabalhos científicos são os atletas conseguindo desempenhar a melhor potência, ou seja, entregar o melhor gesto técnico, o melhor resultado, quando eles usam o que se chama de cadência preferida. Então, existe uma individualidade muito importante que precisa ser levada em consideração. Dito isso, desestresse com a cadência.

As cadências alta e baixa têm sua importância dependendo do objetivo. Uma dica bem importante para você: cadências abaixo de 60, por exemplo, onde a curva, vamos dizer assim, de resultado, apresenta um ponto que se deve observar, então, evitar cadência abaixo de 60 faz muito sentido porque o tempo que você está apertando o pedal com a musculatura contraída é o tempo que não chega sangue nela, e na hora que a musculatura relaxa é que a maioria do sangue chega para oxigenar, então, se você pedala numa cadência de 30 você vai passar muito tempo fazendo força e dificultando a circulação do sangue.

Outro dado: ciclistas com a cadência mais baixa fazem muita força e geralmente têm microlesões musculares, ou seja, eles acumulam mais a Enzima CPK ao fim dos treinos intensos.

Na minha opinião, você deve usar a cadência mais alta que você é eficiente. Essa cadência eficiente é o quê? É quando você não está quicando no selim da bicicleta, quando você consegue pedalar uma pedalada “redonda”. Por isso é bem interessante fazer treinos de cadência alta para você se entender melhor também, e ela é muito importante para vencer obstáculos curtos que precisam de giro alto, transpor um obstáculos.

 

Se você curtiu o artigo, cadastre-se abaixo em nossa lista para receber conteúdos sensacionais como este! Aguardo você!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Últimas Publicações
Redes Sociais
Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

ads-300x600-hugoprado

Segredos do Mountain Bike · 2019 © Todos os direitos reservados