Início » Cobertura de prova » Henrique Avancini repete 2019 e termina Campeonato Mundial em décimo

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

0 comentário(s)

10 de outubro de 2020

Karla Maria

Depois de vencer a 2ª etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike na categoria XCO, no último domingo, na República Tcheca, Henrique Avancini, da Cannondale Factory Racing, terminou neste sábado (10) em décimo no Campeonato Mundial disputado em Leogang, na Áustria. O resultado é o mesmo de Avancini em 2019, no Mundial disputado no Canadá.

O francês Jordan Sarrou liderou a prova de ponta a ponta e se tornou campeão mundial com o tempo de 1h25min37seg. Em segundo ficou o suíço Mathias Flueckiger, 45 segundo atrás, e em terceiro o francês Titouan Carod – 55 segundos atrás.

Neste sábado, após largar na primeira fila, Avancini caiu algumas posições depois de sofrer um toque, mas na primeira curva já recuperou posições e até a penúltima volta correu no pelotão da frente quando teve um furo de pneu. No final, ele chegou 2min49seg atrás do campeão francês. O melhor resultado de Avancini em Mundiais permanece a quarta colocação conquistada duas vezes, em 2017 e 2018.

Atual vice-líder do ranking mundial, Avancini já foi campeão mundial de mountain bike, mas na prova de maratona (XCM). O título inédito foi conquistado em 2018, em competição disputada na Itália, onde também será realizado o Mundial de XCO em 2021.

O segundo brasileiro mais bem colocado no Mundial de XCO na Áustria foi Guilherme Muller, da Cannondale Brasil Racing, na 33ª colocação; Luiz Cocuzzi, da Soul Cycles, terminou na 36ª; Edson Rezende e Juliano Cocuzzi não concluíram devido ao corte.

Na elite feminina fomos representados pela Raiza Goulão e Letícia Cândido que concluíram na 45ª e 49ª colocação, respectivamente.

Outras categorias

E-bike

Érick Bruske chegou a andar no TOP15, mas após problemas mecânicas teve que abandonar a prova e não concluiu.

Albert Morgen completou a prova na 25ª colocação, mesmo ficando sem bateria na última volta.

Júnior

Giuliana Morgen enfrentou problemas mecânicos logo no início, mas conseguiu completar a prova na 26ª colocação.

Alex Malacarne fez uma boa largada, fechando a primeira volta na 4ª colocação, mas após enfrentar problemas mecânicos por causa das condições extremas, terminou na 16ª colocação.

Sub23

Gustavo Xavier estava sendo constante na prova ganhando posições no TOP40, mas também enfrentou problemas mecânicos que o fizeram perder muito tempo e assim ser cortado não conseguindo concluir a prova.

Ulan Galinski fez uma prova consistência, estrelando com emocionantes ataques na subida mais longa do percurso, concluiu a prova na 14ª colocação trazendo para o Brasil o melhor resultado da categoria em um Mundial.

Down Hill

A grande final acontece no domingo, porém a UCI soltou uma nota informando que tem previsão de nevasca no dia, caso aconteça, os resultados das classificatórias se tornam o resultado final. Essa informação foi dada ANTES da corrida classificatória. Se tiver a final, terá transmissão ao vivo na Red Bull TV com narração em português.

Os brasileiros classificados e suas colocações são:

37º – Roger Vieira
52º – Douglas Vieira
58º – Borba
64º – Giovannini
Apenas 80 atletas se classificam para a final, o brasileiro Fredi ficou na 81ª colocação.

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Últimas Publicações
Redes Sociais
Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

Segredos do Mountain Bike · 2020 © Todos os direitos reservados