Início » Fora da Bike » Melhorando o pedal fora da bike

Melhorando o pedal fora da bike

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

2 comentário(s)

4 de janeiro de 2019

Segredos do Mountain Bike

mtb-fora-da-bike-treinamento
Durante todo o período de treinamento, atletas de MTB precisam trabalhar aspectos importantes para melhorar seu pedal, mas muitos acreditam que devem treinar somente em cima da bicicleta ou fazer exercícios fora da bike somente no período de base. Muitos ciclistas estão passando dificuldades nos treinos e competições com dores, limitando realizar seu treino de forma consistente ou desempenhar o seu melhor em uma prova de Mountain Bike. A prioridade, em termos de treinamento de força, na minha concepção atual, não é força, potência ou resistência, mas equilíbrio muscular. A melhor forma de se obter equilíbrio muscular é com treinos de força, precisamente indicados após uma avaliação profissional, geralmente de um fisioterapeuta. Bikers devem investir em treino de fortalecimento, pois é muito importante para performance, mas muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre como fazer e o que fazer. O treinamento de força para ciclista deve ser focado em dois aspectos, sendo eles:  
  • Fortalecimento do Core.
  • Exercícios para Fortalecimento da Musculatura Rotadora externa (glúteos médios e os músculos rotadores da escápulas).
  O primeiro ponto é fundamental, visto que precisamos estabilizar a extremidade proximal dos membros inferiores para conseguir despejar a maior potência nos pedais. Quando um ciclista tem um core fraco, a bacia e/ou a lombar irão “balançar” a cada pedalada, gerando incômodo e futuras lesões. Trabalhar a musculatura rotadora externa ajuda e muito em sua busca pelo equilíbrio muscular, pois na nossas atividades diárias e esportivas, usamos predominantemente os rotadores internos. Essa demanda aumentada e desproporcional da rotação interna é bem documentada na ciência do esporte e vista como causadora de lesões. Para facilitar a sua compreensão, rodar internamente é aproximar as mãos e os joelhos, e a rotação externa faz o contrário. Existem diversos exercícios e protocolos para a execução dos mesmos e devem ser individualizados. Como a maioria das atividades da vida nos exigem rotação interna, vamos gerando estes desequilíbrios musculares. Caso o ciclista trabalhe apenas no modo “comum” onde se tenta fortalecer e alongar tudo, o que geralmente acontece é que os músculos mais fortes assumem progressivamente o comando, tornando-se ainda mais fortes e expandindo o ciclo de desequilíbrio muscular.   Eu acredito que focar nestes tipos de treinos irão te ajudar a ter mais equilíbrio e consequentemente mais força para exercer na bike e melhorar sua performance evitando lesões que tiram do melhor esporte do mundo!   Se gostou do texto, já compartilha logo com a sua galera do pedal e vamos juntos!  

Por: Equipe SMTB

]]>

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

2 thoughts on “Melhorando o pedal fora da bike

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Publicações

Redes Sociais

Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

ads-300x600-hugoprado

Segredos do Mountain Bike · 20182019 © Todos os direitos reservados