Pedal de encaixe: Mitos e verdades

Muita gente está começando a pedalar em busca de aperfeiçoamento e de produtos que ajudem a melhorar a pedalada. Apesar de conhecido pela maioria dos bikers e de ser usado amplamente no Mountain Bike, usar o pedal de encaixe ainda é um desafio para muitos ciclistas.

Lá na década de 90, eu, Christian Drumond, iniciei no ciclismo de estrada com os pés presos pela “pedaleira” ou firma-pé, um suporte que fixava o tênis e depois a sapatilha no pedal da bike, que era literalmente amarrado por uma correia.

Aquilo sim era tenso… pés amarrados no pedal e que só se soltavam destravando manualmente.

Partir daquilo para os pedais de encaixe foi libertador!

Fiz questão de contar para você esta história como forma de mostrar que graças à evolução e à tecnologia, temos hoje pedais inteligentes que se soltam facilmente do seu pé, ao contrário do que muitos teimam em pensar e falar, perpetuando o maior medo de quem ainda anda de pés “soltos por aí”.

 

Se eu usar, vou cair?

Muitas pessoas ainda não usam pedais de encaixe, ou usam sapatilha e não encaixam o pé no taquinho. Isso é muito perigoso porque a sapatilha tem um solado extremamente liso e desenvolvido para estar conectado ao pedal.

Além disso, seu pé corre o risco de escorregar em uma subida ou descida, ocasionando um acidente sério.

O pedal de encaixe foi desenvolvido inspirado no mesmo mecanismo usado no sky, de modo que, quando você pisa, ele encaixa, e quando gira, desencaixa. Dessa forma, o mecanismo torna-se seguro, liberando o seu pé em caso de quedas ou colisões.

Existe apenas um tipo de queda que pode ser atribuída ao pé estar clipado: é aquele clássico tombo “pro lado” com a bike parada, após perder o equilíbrio.

A solução para isso é condicionar seu comportamento a desencaixar o pé pouco antes de parar a bicicleta, até se tornar automático, assim como dirigir.

Outra dica é deixar o tensor da mola do encaixe bem frouxo e manter o pedal lubrificado. A grande maioria dos bons pedais hoje soltam o pé, mesmo em condições adversas como lama intensa.

Tomando estes cuidados você somente colherá os benefícios de andar clipado!

 

Então,  quais são as vantagens de usar pedal de encaixe?

Inúmeras vantagens podem ser citadas, dentre as quais podemos destacar:

  • Correta distribuição de cargas de força no seu pé.
  • Melhora da técnica da pedalada.
  • Segurança de não escorregar no pedal.

 

A principal vantagem de pedalar clipado é o uso do “calçado” apropriado, com uma sola apropriada para distribuir as cargas de fora e peso.

O tênis tem um solado macio e, quando fazemos força no pedal, geramos uma sobrecarga mal distribuída e intensa no pé, causando dores e potencialmente lesões.

Além disso, pedalar encaixado representa muito no seu desempenho na bike, gerando  maior estabilidade, força e eficiência mecânica.

Em exercícios que duram poucos minutos, a economia de movimento é um dos principais determinantes do desempenho.

Com o pé encaixado, podemos executar uma pedalada redonda, aumentando a eficiência energética.

Obviamente que a força descendente proveniente da empurrada no pedal sempre será maior que a dos outros quadrantes da pedalada, mas basta observar os grandes ciclistas e ver o quão eficientes eles são.

Uma dica bônus é praticar pedaladas unilaterais no aquecimento, seja nos treinos ou nas provas, ensinando seu cérebro a fazer a correta ativação muscular e aproximando cada vez mais da “pedalada ideal”.

Por último, e não menos importante, é pensar em termos de segurança. Com o pé encaixado, você estará mais seguro, principalmente nas descidas e em dias molhados.

As bikes de MTB trepidam muito, e, sem o pedal de encaixe, você precisará se equilibrar nos pedais. Eu acredito que é bem pior cair numa descida ou em movimento do que parado.

Por fim, para você que está começando a usar o pedal de encaixe, lembre-se de treinar seu cérebro a executar as ações corretas e no momento certo.

Assim como temos que pensar em tudo quando começamos a dirigir, com pouco tempo, você estará condicionado a usar os pedais de encaixe da melhor forma possível.

Antes de sair, faça um teste com a bike parada, com a mão em um corrimão, parede ou no local que achar mais ideal, clipando e desclipando o pé inúmeras vezes.

O importante aqui é aprender o quão fácil é desclipar os pés.

Se você ainda não usa o pedal de encaixe, chegou a hora de colocar o seu!

Se já usa, compartilhe esse vídeo com seus amigos que ainda estão com medo de usar!

 

Por: Equipe SMTB