Início » Dicas Gerais » Alongamento x Flexibilidade

Alongamento x Flexibilidade

PARCEIRO/CONTEÚDO EXCLUSIVO

Banner Premium para Anunciantes/Ocasiões Especiais

Banner premium destinado a anunciantes/ocasiões especiais.

Recomendável utilizar formato simples e responsivo.

Posicionado em todas as páginas do site.

0 comentário(s)

21 de dezembro de 2018

Segredos do Mountain Bike

Muito já se discutiu sobre a importância, os riscos e benefícios do alongamento no esporte. Contudo, pouco se fala sobre a diferença entre alongamento, flexibilidade e como aplicar, da maneira mais prática, na sua vida esportiva, sem aprofundar na ciência e confundir a sua cabeça. Alongamentos são exercícios musculares que tem como objetivo principal relaxar os músculos, alinhar as fibras musculares e facilitar a recuperação quando alongamos após a execução de atividades físicas. O alongamento aumenta e facilita drenagem de líquidos que se acumulam no músculo durante um esforço intenso por vários mecanismos, sendo assim, uma forma de ativar a recuperação muscular. Quando alongamos o músculo da forma correta, realinhamos as fibras musculares, ajudando na recuperação das microlesões que acontecem durante o exercício físico. Um dos grandes riscos em se alongar após os pedais é estirar excessivamente as fibras causando o efeito contrário, por causar mais micro ou macrolesões. O fato de “o corpo estar quente” facilita errarmos para mais. Por este motivo, quando for realizar alongamentos, não estique demais o músculo, tracione de forma leve e confortável, assim o alongamento trará uma sensação de bem estar e conforto. Ao contrário do que muitos praticam, eu não recomendo alongar até sentir dor.  

Treino de Flexibilidade:

Ganhar flexibilidade é um pouco diferente do que simplesmente alongar músculos. Quanto o objetivo é ganhar amplitude de movimento, amplitude articular para equilibrar gestos ou força, é necessário foco e dedicação específicos. Treinar flexibilidade exige prática regular, método e prescrição de qual grupo, quanto tempo durará cada alongamento e quantas séries serão executadas. É por exemplo, fazer um alongamento de quadríceps, como puxar a ponta do pé atrás, por 20 segundos e repetir 3 vezes. Existem várias formas de trabalhar a flexibilidade e, na minha jornada de fisioterapias, descobri que precisamos recorrer a um profissional para atingirmos os melhores resultados. De forma geral o alongamento vem perdendo importância em relação à década de 90, quando era visto como uma arma contra as lesões e boa prática de aquecimento.  

Alongamento antes de prova de MTB é necessário?

Não, ao contrário, é dispensável! Alongar antes de uma largada não vai aumentar sua força e ou seu desempenho. Alongar antes de uma largada ou antes dos treinos não irá prevenir qualquer lesão. Alguns pequenos estudos com corredores, inclusive, mostraram que pode ocorrer perda de força muscular com alongamentos pré-esforço. Antes da largada de uma prova, é necessário que o atleta se aqueça, dê estímulos ao seu corpo para que ele entenda a mensagem de que será exigido e chegue no ritmo certo para começar a desempenhar a melhor performance. #dicabônus: Para realizar um bom aquecimento, é necessário 10 a 30 minutos, lembrando sempre que, quanto mais curta for a prova ou mais “insana” a largada, mais você deve se aquecer. Inicie seu aquecimento de forma lenta, aumentando o ritmo até sua frequência cardíaca aumentar, assim, quando você começar a transpirar, é sinal que já está aquecido! O momento ideal para realizar seu alongamento é o pós-treino ou pós-prova, onde seu corpo precisa se recuperar para um novo dia de treino. Flexibilidade como capacidade física de amplitude de realização de movimentos é de extrema importância para atletas de vários esportes.  

Todo atleta que treina regularmente precisa treinar flexibilidade para terem ganhos de amplitude de movimentos?

Atletas equilibrados se resguardam de grande número de lesões, além de evitarem problemas articulares, circulatórios e musculares. Além disso, alguns exercícios de flexibilidade ajudam a tratar microlesões causadas pelas atividades repetitivas e esforços físicos. A prática destes dois tipos de exercícios que trouxemos neste texto (alongamento x flexibilidade) podem trazer inúmeros benefícios para você atleta, como por exemplo: ganho de amplitude, melhor mobilidade, anti-estresse e ainda uma melhora significativa para nossa consciência corporal. Pensando assim, caso caiba na sua agenda, recomendo dedicar um tempo para cuidar dos alongamentos, do equilíbrio muscular e articular, utilizando alongamentos e treino de flexibilidade como forma de conexão com seu corpo e recuperação muscular. Gosto de pensar que se queremos ser ciclistas devemos priorizar os pedais, depois os treinos de força e equilíbrio e, por último, os treinos de flexibilidade. Afinal, nosso maior ativo chamado tempo deve ser usado de forma inteligente e produtiva. E você? Realiza algum destes exercícios? Se gostou do texto, inscreva-se agora na nossa lista de e-mail para receber conteúdos como este, exclusivos por lá. Compartilhe com sua galera de pedal, até no WhatsApp usando os botões abaixo. ]]>

Insira o seu endereço de email abaixo para receber conteúdo GRATUITO e EXCLUSIVO do nosso blog!

Fique tranquilo, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Publicações

Redes Sociais

Categorias

CHRISTIAN DRUMOND

Cardiologista, Pós graduado em Medicina do Esporte, Coach, Ciclista “Old School”, Apaixonado por MTB, e Fundador do Segredos do Mountain Bike.

ads-300x600-hugoprado

Segredos do Mountain Bike · 20182019 © Todos os direitos reservados